O Conselho Federal de Economia é o mais novo apoiador da campanha “Corona no paredão: Fome não”, da rede Gerando Falcões, que leva cestas básicas virtuais para favelas e atende famílias em estado de vulnerabilidade. O projeto conta com uma plataforma de doações que já arrecadou mais de R$ 52 milhões de 96.465 doadores, ajudando mais de 880.930 pessoas.

“A nossa adesão ao projeto é muito importante na medida em que reafirma a responsabilidade social do Cofecon. Não podemos nos omitir em um momento difícil e de grande insegurança como o que vivemos, incluindo a insegurança alimentar. Abrir as portas virtuais do Conselho e oferecer a possibilidade de os economistas contribuírem com suas ações vai ao encontro de tudo o que nós defendemos sobre solidariedade e justiça social”, afirma a vice-presidente do Cofecon e coordenadora do Grupo de Trabalho de Responsabilidade Social e Economia Solidária, Denise Kassama.

“Em face da fragilidade dos programas governamentais frente a uma das maiores crises economicas, sanitárias e sociais, é imprescindível o engajamento das entidades representativas e das forças vivas da sociedade brasileira”, comenta o presidente do Cofecon, Antonio Corrêa de Lacerda.

O Instituto Gerando Falcões nasceu com o objetivo de incentivar os jovens da periferia a lutar por um destino melhor e mudar sua realidade. “Uma família de aproximadamente 5 pessoas, precisa de 1 cesta básica a cada 15 dias. Iremos enviar cestas digitais de maneira contínua para que essas famílias não passem por necessidades, levando em conta o básico para a alimentação de uma família”, afirma a divulgação do projeto.

Clique AQUI e ajude os moradores das favelas a ter uma garantia alimentar nesse momento de pandemia. A doação sugerida é a partir de R$ 50.

Live

Outra iniciativa do Cofecon relacionada à segurança alimentar em meio à crise é a live “Fome: riscos e perspectivas para garantia da segurança alimentar” . O evento foi realizado nesta quarta-feira (16), e teve a apresentação da vice-presidente do Cofecon, Denise Kassama. A mediação foi feita pelo conselheiro Carlos Eduardo Soares de Oliveira Junior. A live é uma realização do Grupo de Trabalho Responsabilidade Social e Economia Solidária.

Dessa vez os convidados para o evento virtual foram as economistas Gabriela Mendes Chaves, fundadora da NoFront – Empoderamento Financeiro; Andrea Santos Baca, pesquisadora e docente na área de economia política internacional do sistema agroalimentar; e o representante adjunto da FAO Brasil, Gustavo Chianca. Você pode acessar a live através do canal do YouTube do Cofecon clicando AQUI.

Para mais informações, clique AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *