notícias

Realizado pelo Corecon-PR, debate traçou panorama para a economia em 2017

MEsa ACP  Foto Sans 007

see geneva; font-size: 10pt;">O debate “Discutindo Economia” é realizado anualmente pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (Corecon-PR) para traçar um panorama de desempenho dos principais setores do mercado. Neste ano, ocorreu no dia 7 de dezembro, na Associação Comercial do Paraná (ACP), e teve como convidados especialistas econômicos da ACP, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio) e Organização das Cooperativas do Paraná (OCEPAR). Durante a discussão, os participantes também apontaram alternativas para melhorar a vida das empresas e reduzir o nível de desemprego.

Leia mais...

 

A crise dos estados e municípios é tema de debate no Cofecon

Debate

visit this sans-serif; color: #000000;">Na abertura da 675ª Sessão Plenária Ordinária do Cofecon, o economista Mauro Osorio, da Faculdade Nacional de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (FND/UFRJ) expôs um panorama sobre a crise enfrentada por estados e municípios brasileiros atualmente.

Leia mais...

Corecon-PR promove discussão sobre os rumos da economia em 2017

o-ECONOMIA-facebook

this site geneva; font-size: 10pt;">O Conselho Regional de Economia do Paraná (Corecon-PR) reunirá, viagra no dia 07 de dezembro, order às 19h30, economistas da Associação Comercial do Paraná (ACP), Federação das Indústrias do Paraná (FIEP), Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), Federação do Comércio, Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná (OCEPAR) para discutir os rumos da economia em 2017. O debate tem como objetivo avaliar o desempenho da economia em 2016 e as perspectivas para o próximo ano nos setores do comércio, indústria, agricultura, pecuária e emprego, além de apresentar uma análise geral do mercado sobre a economia paranaense, a economia nacional e internacional. O evento será na sede da Associação Comercial do Paraná, localizada na Rua XV de Novembro, 621 – Centro, Curitiba – PR.


O economista Lucas Dezordi (CORECONPR/UP) será o mediador de debate e também falará sobre as perspectivas para a economia brasileira e internacional. O Dieese será representado pelo economista Sandro Silva, que apresentará um balanço sobre a geração de empregos e salários em 2016, assim como o cenário para o próximo ano. Roberto Zurcher é o economista que mostrará os dados da FIEP na questão do desempenho da indústria. O economista Cláudio Shimoyama falará pela Associação Comercial do Paraná, revelando dados sobre a inadimplência e estatísticas do comércio. O agronegócio ficará a cargo do representante da OCEPAR/SESCOOP, o economista Emerson Barcik, que irá demonstrar os resultados do setor neste ano e as projeções para a safra de 2017. O economista da Fecomércio Vamberto Santana mostrará o desempenho do comércio neste ano e as projeções para o novo ano.


DISCUTINDO ECONOMIA: PERSPECTIVAS DA ECONOMIA PARA 2017
DATA: 07 de dezembro de 2016 – quarta-feira, às 19h30
LOCAL: Associação Comercial do Paraná (Rua XV de Novembro, 621 – Centro, Curitiba – PR)
Economistas / Temas:
Lucas Dezordi (CORECONPR/UP) – Perspectivas da Economia Brasileira e Internacional para 2017
Sandro Silva (DIEESE) – Balanço da geração de empregos e salários em 2016 e expectativas para 2017
Emerson Barcik (SESCOOP/OCEPAR) – Desempenho do Agronegócio em 2016 e projeções para safra em 2017
Roberto Zurcher (FIEP) – Avaliação do desempenho da Indústria no ano e estimativas para 2017
Cláudio Shimoyama (ACP) – Análise sobre a inadimplência e estatísticas do Comércio
Vamberto Santana (FECOMÉRCIO) – Apresentar os resultados do comércio em 2016 e projetar o cenário para 2017


INSCRIÇÕES: Gratuitas pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Informações: www.coreconpr.org.br ou 41 3336-0701


* Assessoria do Corecon-PR

Curitiba sediou o I Encontro Nacional de Mediação e Arbitragem

DSCN9661

information pills geneva; font-size: 10pt;">Nos dias 25 e 26 de novembro, recipe foi realizado o I Encontro do Núcleo de Mediação e Arbitragem, buy em Curitiba, na sede do Conselho Regional de Economia do Paraná (Corecon-PR). O evento teve como objetivo qualificar economistas ligados aos Conselhos Regionais de todo o Brasil para atuarem na área de mediação e arbitragem e contou com a presença de representantes dos Regionais de Pernambuco, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Também participaram economistas, estudantes de Economia do Paraná e membros do Instituto de Mediação e Arbitragem(IMA). A iniciativa do Encontro foi do Núcleo Mediar do Corecon-PR, com o apoio do Conselho Federal de Economia (Cofecon).


Os economistas tiveram a oportunidade de adquirir conhecimento para atuar nesta área que tem se mostrado muito atrativa para o exercício profissional. O conteúdo programático contou com a apresentação do Núcleo Mediar e do projeto que visa a Criação de Câmaras de Mediação e Arbitragem em parceria institucional do Cofecon. Durante o encontro, foram abordados assuntos como Conflitos e Meios Alternativos de Solução de Conflitos; O que é a Mediação: Princípios Norteadores; Mediação Privada (extrajudicial) versus Mediação Judicial; Lei 13.140; Exemplos de Caso Mediação; Arbitragem: Princípios e Fundamentos; Convenção de Arbitragem; A figura do Árbitro, O processo e sentença Arbitral, Exemplo de caso de Arbitragem; O que é uma Câmara de Mediação e Arbitragem, pré-requisitos para implementação, regras de funcionamento e O Mercado de Trabalho de Mediação e Arbitragem para os Economistas.


Tanto a perícia como a mediação e arbitragem contribuem para a solução de conflitos no meio jurídico. O economista atuando como perito é responsável por elaborar um trabalho técnico-científico para analisar as possíveis causas que deram origem às questões econômico-financeiras. O profissional pode atuar como perito do juízo ou assistente técnico de uma das partes. Já a mediação e arbitragem funcionam como uma alternativa ao Jurídico para negociação entre as partes em casos como o de disputa patrimonial e dissolução de sociedade. O economista pode ser tanto o mediador quanto o árbitro. Caso advogados sejam responsáveis pela mediação e arbitragem, ainda haverá espaço para um perito economista, que os auxiliará com as informações técnicas.


 

* Assessoria do Corecon-PR.

Assembleia elege novos conselheiros federais

ADE 2016

case geneva;">O Conselho Federal de Economia realizou nesta quinta-feira (01) a Assembleia de Delegados Eleitores (ADE). O evento reúne um economista de cada Conselho Regional, here devidamente eleito nas eleições realizadas durante o mês de outubro, a fim de escolher novos conselheiros federais que terão mandato no triênio 2017-2019. Clique AQUI para acessar a ata da reunião.

Leia mais...