Cofecon prestigia lançamento de frente pelas Diretas Já

Tamanho da Letra

DiretasJaO presidente do Conselho Federal de Economia, Júlio Miragaya, participou nesta quarta-feira (07) do lançamento da Frente Suprapartidária em Defesa das Diretas Já. O evento reuniu dezenas de parlamentares e lotou o salão nobre da Câmara dos Deputados. A frente é composta por cinco partidos, cujas bancadas somam mais de 150 parlamentares entre deputados e senadores: PT, PSB, PCdoB, PDT e PSOL. Além deles, vários outros parlamentares (de partidos como PR, Rede, PSD e até mesmo do PMDB) estiveram presentes, afirmando que não estavam representando seus partidos, mas manifestando total apoio à Frente.

Vários parlamentares discursaram em defesa da realização de eleições diretas – alguns deles, inclusive, afirmando que a solução para a crise política não virá do Congresso Nacional e pedindo eleições para todos os cargos. Tal possibilidade vem em linha com a nota oficial emitida pelo Cofecon no dia 19 de maio: “Em havendo vacância do cargo de Presidente da República e, em respeito ao Estado Democrático de Direito, o COFECON defende que, mediante a aprovação de uma Proposta de Emenda Constitucional, sejam convocadas eleições gerais diretas antecipadas para a Presidência da República e para a Câmara dos Deputados e 2/3 do Senado Federal, com mandatos que excepcionalmente finalizem em 2022”.

A Frente Suprapartidária em Defesa das Diretas Já terá como coordenador o senador João Capiberibe (PSB/AP) e, durante o evento, algumas ações políticas foram anunciadas, como um ato no dia 22 de junho, em João Pessoa. Além do Cofecon, outras entidades da sociedade civil participaram do ato e anunciaram apoio à Frente – entre elas, a CNBB e a CUT, que também são parceiras do Conselho na Campanha Nacional pela Redução da Desigualdade Social no Brasil.


 

(*) Jornalista do Cofecon
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Escrito por Manoel Castanho (*)